30 março 2014

Aletria

Desde que as corridas começaram a fazer parte da minha vida, decidi ler vários artigos sobre esta bela modalidade: calçado, vestuário, gadgets, alimentação, entre outras coisas.

Li que faz bem comer esparguete (Aletria para os gulosos) antes de uma corrida porque este alimento tem baixo índice glicémico, ou seja, percorre no sangue de forma lenta e contínua e fornece energia por mais tempo.

Então decidi aventurar-me no mundo da doçaria gastronómica e fiz Aletria. Fui a medo, pois se eu consigo fazer gelatinas com resultados completamente desastrosos, como ficaria a minha primeira Aletria?

Li várias receitas e modos de preparação e segui os conselhos da minha tia Virgínia Andrade.
Houve algumas peripécias que não vos conto para não gozarem comigo, mas no fim até ficou comestível com o aspecto que a foto documenta!


Ah, comi e não foi preciso ir às urgências do hospital, logo estava comestível. J J J

4 comentários:

  1. Quando disse ao nutricionista que comia aletria antes das corridas ficou escandalizado, mando-me comer amendoas, mas não eram as da pascoa.
    A minha receita favorita de aletria é esta esta http://www.alquimiadostachos.com/2013/12/aletria-doce-antiga.html
    PS: A canela é para dar nota artistica ao prato, não é para despejar em cima

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então amanhã o gajo vai ficar de novo escandalizado!!!!

      Eliminar

Deixe o seu testemunho, pois o seu comentário é muito importante.

Comentários anonimos não serão aceites e nem publicados. Utilize a opção Nome/URL para deixar o seu nome.

Obrigado.