13 janeiro 2013

ZICO: sentença de morte

NOTÍCIA

“Um menino de 18 meses, de Beja, foi atacado no dia 6 de Janeiro pelo cão da família, um cruzado de pitbull, raça considerada potencialmente perigosa. Foi transportado para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde deu entrada com um traumatismo crânio-encefálico grave, com o crânio esmagado e com massa encefálica arrancada, segundo fonte hospitalar. O menino não resistiu aos ferimentos e viria a morrer no hospital no passado dia 8 de Janeiro. A autópsia, realizada na passada quarta-feira, dia 9 de Janeiro, concluiu que a morte se ficou a dever aos ferimentos provocados pela mordedura do cão, segundo fonte do Instituto de Medicina Legal.
A ordem de abate do cão está a gerar uma onda de protesto na Internet. Mais de 30 mil pessoas já assinaram uma petição online contra a sentença de morte do Zico, pois a explicação não convence os subscritores da petição: “Nestes casos há que investigar o que causou a reacção do cão (foi provocado, não está a ser bem tratado, etc.) e pode optar-se pela reabilitação/treino do cão!”, lê-se no documento. "Eles também merecem uma segunda oportunidade!".
Ora bem, antes de mais, o menino de 18 meses chamava-se DINIS. Durante os acontecimentos acerca desta notícia, falou-se mais no nome do cão – Zico (será por ter nome de um famoso futebolista?) – do que no menino que morreu.
As pessoas “incrédulas” com a sentença de morte ao cão, dizem que o pobre do bicho merece ter “uma segunda oportunidade”. Claro.
E ao Dinis, vamos dar-lhe uma segunda oportunidade de vida? Não pode ser, ainda não inventaram “isso”.

MORREU UMA CRIANÇA, CARAÇAS!
QUEREM TER COMPAIXÃO PELO CÃO???

Que pena não ter morrido um bebé da família destas pessoas incrédulas. Será que manteriam a mesma opinião? Claro que não. Mais. Punham logo uma acção em tribunal e pediriam uma avultada indemnização para viverem muito bem às custas dessa morte.

3 comentários:

  1. Eu punha o cão uma semana em casa de cada um que subscreveu a petição.

    ResponderEliminar
  2. Meu granda malukko podias colocar a referencia do jornal onde retiraste a noticia! É que não consigo encontrar em lado nenhum uma referencia ao "traumatismo crânio-encefálico grave, com o crânio esmagado e com massa encefálica arrancada," supostamente provocados pela mordedura do cão... Acho que estás a inventar...

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde.
    Como assinante da petição, devo dizer que o fiz após algum tempo, analisando primeiro alguns pormenores. Depois, deixe que lhe diga que essa "boca" de que quem assinou a petição devia perder um filho, para saber o que é, demonstra a falta e de respeito que você tem para com a vida humana, não quem assinou a petição. Eu já perdi um filho. Como vê está a atacar uma assinante da petição que já sentiu a dor de perder um bebé. Continua a achar que o Zico é o ser mais desprezível? Eu não acho, porque, pelos vistos, há quem consiga sê-lo ainda mais.

    ResponderEliminar

Deixe o seu testemunho, pois o seu comentário é muito importante.

Comentários anonimos não serão aceites e nem publicados. Utilize a opção Nome/URL para deixar o seu nome.

Obrigado.