12 janeiro 2011

Um dia a casa vem abaixo

Mais uma peripécia que aconteceu na minha casa.
Mas afirmo que apesar de ser desastrado, desta vez não tive a culpa. Embora o acontecimento tenha tido a minha “mão”.
Esta noite estava na casa de banho e quando estava a fechar o lavatório para o encher de água…descolou-se e “desapareceu” para dentro do móvel.
Primeiro fiquei sem reacção, mas depois desatei-me a rir.
Mas continuo a gostar muito da minha casa.

09 janeiro 2011

1 café e 1 bagaço

Como todos os domingos, fui almoçar a casa dos meus pais.
No fim do almoço, todos nós decidimos medir a tensão arterial. Eu estava nos níveis do costume: 15-10.
Quando chegou a vez do meu pai medir a tensão, assistimos a uma cena dantesca: enquanto o braço esquerdo estava imobilizado com o aparelho, o meu pai estava a beber um café!!!
O meu irmão (sempre ele) disse: beber café enquanto mede a tensão? Só falta ir buscar um bagaço.
A minha mãe estava “horrorizada” a ver tudo isto.
No fim lá desatámos todos a rir.
Mais um singelo almoço de família.

05 janeiro 2011

Cats & Dogs

Moro numa praceta. E como em qualquer rua sem saída, há sempre um cão ou um gato vadio. Ou melhor, animais que fazem destes locais a sua morada.
Tenho um vizinho que tem o (péssimo) hábito dar de comer aos gatos que se encontram junto à carrinha dele. Começou a alimentar um gato. Depois passou a dois gatos…três gatos…agora são um bando deles! Não me chateia muito, desde que os felinos não se lembrem de afiarem as unhas no meu carro.
Mas na noite passada ia-me passando dos carretos.
Era 1:30 da madrugada quando começo a ouvir vários cães a ladrarem. Raivosamente. E cada vez com mais intensidade. Fui à janela e contei 8 cães à volta da carrinha do meu vizinho por causa dos gatos.
Estive quase para ir buscar batatas e atirá-las pela janela em direcção aos animais, mas penso que não conseguiria acertar neles. Dum 5º andar era difícil e a distância ainda era razoável.
Estiveram longos 30 minutos a ladrar. E eu sem conseguir dormir.
Cabrões dos gatos.
E é por estas e por outras que eu odeio cães.