30 junho 2010

Portugal no Mundial

Portugal terminou a sua participação no Mundial de 2010, disputado na África do Sul.
Fazendo um balanço à prestação da nossa selecção, diria que foi suficientezinho.
As exibições foram inconstantes: ora boas, ora más, ora assim-assim. Foi deprimente termos uma percentagem de posse de bola demasiado baixa em certas partidas.
Tivemos casos. O Nani estava “lesionado”, mas ficava bom numa semana. O Deco falou o que não devia e ficou “lesionado” na anca do lado esquerdo e, no dia seguinte, já era do lado direito. O Ruben Amorim foi enviado em correio expresso para substituir o Nani, mas caprichosamente estava/ficou “lesionado”. O Carlos Queiroz também apresentava lesões, mas a nível da cabeça.
Mas nem tudo foi mau.
Portugal aplicou a maior goleada do Mundial. Não perdeu com o Brasil. Perdeu com a Espanha com um golo cujo jogador espanhol estava milimetricamente (22cm!!!) em fora de jogo.
Fomos muito melhores que a Itália e a França, os campeões e vice campeões de há 4 anos e que agora ficaram em último lugar nos respectivos grupos teoricamente mais acessíveis em relação ao nosso!!!
Os nossos Navegadores que regressem de África, que em Setembro começa a fase de qualificação para o Europeu de 2012…de preferência sem o Queiroz. Please!

19 junho 2010

Enigma, Lutadora, Generosa

Mas que tarde bem passada neste sábado, para fugir à rotina do dia-a-dia.
Eu a minha mana Isabel fomos até à Costa da Caparica ter com uma colega, amiga e mana muitíssimo especial. Carla Regina.
O Enigma, a Lutadora e a Generosa estiveram no cantinho maravilhoso da nossa amiga Carlinha e pusemos, mais uma vez, as nossas vidas em dia: desabafos, tristezas, alegrias. Conversa típica de 3 verdadeiros amigos. Nada nos irá separar no futuro.
Senti-me muito bem e fez-me esquecer, por momentos, que hoje fez um ano que tive uma depressão.
Fartámos de rir e adorámos estarmos juntos, numa casa espectacular, típica casa de férias, que não me importava de ter uma igual.
Escusado será de dizer que a promessa de mais reencontros com mais assiduidade vão acontecer.
Conversámos tanto que nem demos pelo adiantado das horas, mas valeu a pena.

Carlinha: continuas linda, jeitosa, boazona e esse cabelo cor de fogo fica-te a matar!

Isabel: palavras para quê? As tuas gargalhadas contagiam qualquer um. E senti-te mais leve e contente.

Mal posso esperar pelo próximo encontro.

Friendship 4 ever!!!

14 junho 2010

Outra vez? Please!

Stressado e ansioso. Um ano depois, vou viver outra vez a mesma merda?
Aproxima-se a data, eu demonstro andar sereno, mas inexplicavelmente (ou não), os ataques de ansiedade e de outra natureza apareceram em força neste fim-de-semana prolongado, depois de andarem a rondar desde Maio.
Porquê??????
Ando bem, mas às vezes, a auto-estima vem abaixo.
Ir à terra dos meus pais fez bem ou mal? Não sei explicar. Para lá ia provocando vários acidentes – fui literalmente a dormir enquanto conduzi 250 Kms – a ponto de assustar o meu pai.
O regresso ao trabalho não foi mau. Foi péssimo.
Talvez seja o meu inconsciente a fraquejar e o corpo a descarregar um princípio de ano que tem sido desgastante. Não lido bem com psicologias de mau carácter. Mexem comigo. Sou mesmo estúpido.
Mas vou ser forte. Tem de ser. Não quero reviver o pânico de outrora.
Farto! Desiludido! Cansado!
Mas tenho de estar pronto para a luta.
Será crucial o dia 22 deste mês, 3 dias depois do “primeiro aniversário”.
Anima-te LUIS!!!

06 junho 2010

Qual é o tamanho das jantes do vosso carro?

Se tiverem o pneu do vosso carro furado, verifiquem se o tamanho da jante do pneu sobressalente é igual. Hoje ao trocar o meu, reparei que fui aldrabado quando comprei o carro. Confusos? Eu explico.
À tarde fui dar uma volta com a minha amiga Ana até ao Centro Comercial Dolce Vita, na Amadora. Depois do passeio, dirigimo-nos para o carro, que estava no parque de estacionamento. E quando lá chego, deparo com o impensável. Tinha um furo no pneu, coisa que nunca me tinha acontecido. Resolvi pôr mãos à obra e comecei a tirar o pneu furado. Até aqui, nada de mais. O pior foi depois.
Quando estava a substituir e a colocar o pneu sobressalente, a jante não encaixava. Achei estranho. Mais uma tentativa e nada. Depois de conversar com o meu irmão ao telemóvel concluímos que a jante tinha a medida abaixo da jante do carro. E agora o que faço? E passou-me muita coisa pela cabeça.
Gastar dinheiro em dois pneus novos; ligar para a assistência viagem da seguradora; pedir um reboque; ligar e gritar caralhadas à pessoa que me vendeu o carro.
Eu já transpirava por todos os lados e estava todo sujo. Parecia um mecânico.
Até que resolvi ligar a um amigo meu a pedir ajuda. Ele veio ter comigo e levou o pneu furado, na esperança de achar uma casa de pneus aberta num domingo à tarde! Depois de algumas tentativas, lá encontrou uma casa que estava a fechar precisamente naquele momento. Mas o dono aceitou o pedido e arranjou o pneu que tinha o pipo rasgado.
Tive uma sorte do caraças. Obrigadão amigo Pedro Gil. És o maior!
Quando for comprar o meu próximo carro, a primeira coisa que vou perguntar no stand é pelo tamanho da jante do pneu sobressalente. Juro.
Por acaso fiquei 2h30m fechado no parque estacionamento e a coisa resolveu-se. Agora imaginem esta situação numa viagem maior e numa auto-estrada.
Só comigo!