06 outubro 2009

1ª consulta de psiquiatria

Foi com alguma expectativa e ansiedade que hoje fui à minha primeira consulta de psiquiatria.

- Bom dia! Tenho uma consulta com a Dra. TL. É a primeira vez que venho aqui.
- Com a Dra. TL? E logo com ela – desabafou uma funcionária da secretaria com uma colega.
Desconfiança nº 1.

Estou na sala de espera e diz uma senhora:
- Detesto esta médica. Está cá há 3 meses. Tomo uns comprimidos há mais de 20 anos. Mudou-me a medicação e lá fui eu de urgência para o Hospital.
- Eu venho cá pela primeira vez – digo eu.
- Então prepare-se!
Desconfiança nº 2.

Tinha consulta marcada para as 9:15. Fui atendido às 12:15!!!
Entro na sala e a médica (que até era jeitosa) pede-me para sentar, enquanto vê o meu processo entre uma pilha de papéis espalhados pela secretária.
Diz-me ela, muito despachada:
- Você está cá por causa do seu divórcio, não é?
- Eu? Não! (Estava casado e nem sabia!!!).
Desconfiança nº 3.

- Então não sei como isto meio aqui parar. Este não é o seu nome?
- Não, mas tem aí junto à credencial um questionário que respondi.
- Isso não interessa nada. Normalmente vem quase tudo preenchido com todos os sintomas da depressão. Faça-me um favor, conte a sua história. Mas tem de ser rápido porque eu ainda tenho muitas consultas para dar hoje!!!

DESCULPA????

Lá contei uma parte da história em pouco mais de 10 minutos. Ela passou o tempo todo a interromper-me e muita coisa ficou por dizer.

- Quanto à medicação, vou-lhe receitar outro anti-depressivo, umas ampolas para a memória e passe a tomar metade de um comprimido do Xanax de manhã e à noite. Eles, no fundo, não servem para nada!
- (Caiu-me tudo!)
Desconfiança nº4.

Passa-me as receitas e dá-me um cartão com o meu nome e a data da próxima consulta.
- Só pode ser em Janeiro. Já tenho tudo preenchido até lá. E se você estiver melhor, indico-lhe um psicólogo. Comigo não há mais nada a fazer.

Venho cá para fora e reparo que o cartão que a médica me deu é de outra pessoa. Bato-lhe à porta do consultório e digo para ela dar O MEU cartão!

Mas afinal quem está maluco e deve ser curado para não ser internado? Eu ou ela?

Este sistema de saúde vai de mal a pior. Detestei esta consulta.

3 comentários:

  1. Não me pareceu mal, no fim das contas sabes que não estás assim tão malucos...a dr TL está bem pior. Estará a divorciar-se também?

    ResponderEliminar
  2. é o n/ sistema nacional de saude no seu melhor! ta tudo louco! e tu garbde amigo hem, em processo de divorcio? olha olha o malandrao!...
    :)

    ResponderEliminar

Deixe o seu testemunho, pois o seu comentário é muito importante.

Comentários anonimos não serão aceites e nem publicados. Utilize a opção Nome/URL para deixar o seu nome.

Obrigado.