02 agosto 2009

€uros certos

Toca o meu telemóvel. Era a minha mãe:
- Luís Miguel, amanhã quando estiveres a vir para a nossa casa e como fica em caminho, passa pelo LIDL e compra-me “x”, “y”, “z”…
Escusado será de dizer que o LIDL não fica nada em caminho, tenho de fazer um desvio considerável, mas como é para a mãezinha, que remédio:
- Está bem, mãe. Vamos a ver é se não me esqueço. Os cabrões dos comprimidos obrigam-me a falhas de memória.
Lá fui eu de saco na mão comprar os três produtos que a Bela queria. Quando chego à caixa, a rapariga diz-me:
- São 3 € certos.
E lá lhe dei os 3 € certos. Juro que ainda hoje eu não consigo perceber esta fixação que as pessoas têm de dizer os preços ou valores com a palavra mágica “certos”, quando a referida quantia não têm cêntimos. Gostaria que me explicassem.
É que nunca vi € errados. A não ser que seja num troco mal dado.

1 comentário:

  1. Querido Primo:
    Venho por este meio informar-te que também tenho a mania de o dizer. Provavelmente deve-se a quem trabalha com uma caixa todos os dias... Mas tens razão somos mesmo umas patetas!!! beijinhos

    ResponderEliminar

Deixe o seu testemunho, pois o seu comentário é muito importante.

Comentários anonimos não serão aceites e nem publicados. Utilize a opção Nome/URL para deixar o seu nome.

Obrigado.