01 dezembro 2008

Eu vou descer!

Todos nós já passámos por situações caricatas. Indirecta ou directamente.
Eu tenho mais um belo episódio para vos contar. E passou-se, claro, no meu prédio.
Entrei nas escadas da torre e, enquanto abria a minha caixa do correio, estavam duas pessoas à porta do elevador. Quando estou a dirigir-me para lá, reparo que só um deles tinha entrado e subido até ao 2º andar, enquanto o outro ficou no patamar. Achei estranho.
Quando o elevador regressa até ao rés-do-chão, o homem abre a porta e diz-me:
- Eu vou descer! O senhor vai subir?
- Sim… - respondi meio espantado, meio aparvalhado.
O homem abre a porta muito depressa, enfia-se lá para dentro, desce até ao andar de baixo e sai do elevador. Depois, eu carrego no botão para o elevador subir novamente para o andar de cima, entro e vou para a minha casa.
Mas fiquei a matutar. Porque é que o homem ficou aquele tempo todo no rés-do-chão, enquanto o meu vizinho subiu, esperou pelo elevador, para de seguida descer apenas um andar?
Será que indo a pé e descendo dois lances de escadas não chegava mais depressa ao piso -1??!!
Das duas uma, o homem ou era parvo ou era estúpido. Mas depois conclui que era um grande otário!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe o seu testemunho, pois o seu comentário é muito importante.

Comentários anonimos não serão aceites e nem publicados. Utilize a opção Nome/URL para deixar o seu nome.

Obrigado.