31 dezembro 2008

Portagens

Ano Novo, Aumentos Novos.
Para não variar, quando forem 00:00:00 do dia 1 de Janeiro de 2009, as portagens vão ter aumentos, consoante a zona do país. A Ponte Vasco da Gama vai ter uma subida na ordem dos 4%; a Ponte sobre o Tejo, o aumento vai ser de 3,85%.
Segundo o governo, a aprovação dos aumentos foram calculados com base na taxa de inflação do mês de Outubro!!!!!!!!
Pois…porquê Outubro? E qual o critério, se estamos em Dezembro? Pelos vistos o critério é o mês que lhes mais convém. Se calhar é porque a inflação estava jeitosa nesse mês. Palhaços!
Por isso é que eu detesto o mês de Janeiro…sobe tudo! Ou melhor, quase tudo. O mais importante é congelado, conforme as pessoas.
Não desejo Bom Ano 2009 a ninguém, porque efectivamente, não vai ser.

16 dezembro 2008

Conversa da treta

Como vejo poucas vezes o meu irmão durante a semana, talvez uma ou duas vezes, costumamos escrever pelo Messenger. E os nossos diálogos são do melhor que pode haver. Ora leiam a última conversa:
£uís diz (16:37): limite-se
Brother diz (16:37): caluda!

£uís diz (16:37): um estalo
Brother diz (16:37): uma cuspidela
£uís diz (16:37): um pontapé
Brother diz (16:38): um soco
£uís diz (16:40): um murro
Brother diz (16:44): uma belinha
£uís diz (16:45): uma joelhada
Brother diz (16:45): uma cotovelada
£uís diz (16:45): uma lamparina
Brother diz (16:46): uma vergastada
£uís diz (16:46): uma zapada
Brother diz (16:47): uma zapada?!? perdeste! isso não é agressão! ganhei!

£uís diz (16:47): pois não! cai de cu no chão e verás se não é "agressão". Até doi.
£uís diz (16:47): continuando...

Brother diz (16:48): uma pêra
£uís diz (16:48): uma cabeçada
Brother diz (16:50): um soquete

£uís diz (17:01): uma chapada

(38 minutos depois…)

£uís diz (17:39): GANHEI!

Brother diz (17:43): queres continuar?
Brother diz (17:43): então bora

£uís diz (17:43): eu fui o último
Brother diz (17:43): uma berlaitada

£uís diz (17:44): uma cornada
Brother diz (17:44): uma cuzada
£uís diz (17:46): uma pezada
Brother diz (17:46): uma peitada
£uís diz (17:46): uma barrigada
Brother diz (17:47): uma galheta
£uís diz (17:47): um vira-olhos

Brother diz (17:48): Ganhei
£uís diz (17:48): Ganhei eu xavalo
Brother diz (17:49): o caralho

£uís diz (17:49): eu sou o mais velho, portanto ganho sempre...percebeste ó puto?
Brother diz (17:51): ganhas sempre? nunca ganhas que é bem diferente!
£uís diz (17:52): quando não ganho é porque tu fizeste batota
Brother diz (17:52): hã hã
£uís diz (17:53): Travão, 1 - Piscas, 0

Brother diz (17:54): claro claro
£uís diz (17:54): até tu confirmas
Brother diz (17:54): eu sei...
£uís diz (17:54): assim é que é...respeitinho ao irmão MAIS velho
Brother diz (17:54): pois pois

Foi o diálogo possível entre mim e my Brother. São frases curtas, mas carregadinhas de sentimentos que temos um pelo outro.
Brother, somos os maiores!!!

01 dezembro 2008

Eu vou descer!

Todos nós já passámos por situações caricatas. Indirecta ou directamente.
Eu tenho mais um belo episódio para vos contar. E passou-se, claro, no meu prédio.
Entrei nas escadas da torre e, enquanto abria a minha caixa do correio, estavam duas pessoas à porta do elevador. Quando estou a dirigir-me para lá, reparo que só um deles tinha entrado e subido até ao 2º andar, enquanto o outro ficou no patamar. Achei estranho.
Quando o elevador regressa até ao rés-do-chão, o homem abre a porta e diz-me:
- Eu vou descer! O senhor vai subir?
- Sim… - respondi meio espantado, meio aparvalhado.
O homem abre a porta muito depressa, enfia-se lá para dentro, desce até ao andar de baixo e sai do elevador. Depois, eu carrego no botão para o elevador subir novamente para o andar de cima, entro e vou para a minha casa.
Mas fiquei a matutar. Porque é que o homem ficou aquele tempo todo no rés-do-chão, enquanto o meu vizinho subiu, esperou pelo elevador, para de seguida descer apenas um andar?
Será que indo a pé e descendo dois lances de escadas não chegava mais depressa ao piso -1??!!
Das duas uma, o homem ou era parvo ou era estúpido. Mas depois conclui que era um grande otário!