27 janeiro 2008

Indemnização vergonhosa

Esta notícia é verdadeira e não aconteceu em Portugal, como de costume, mas em Espanha.

Um condutor atropelou mortalmente um jovem de 17 anos e agora quer que os pais do jovem lhes pague o arranjo do seu carro de luxo – quê?????
É que o corpo do rapaz causou danos na sua viatura de luxo e pede uma indemnização no valor de 20.000 €!!!! – como?????
Desse montante, 14.000 € destinam-se a cobrir os estragos registados no seu carro, um Audi A8, e mais 6.000 € pelo veículo de substituição, que alega ter usado para se deslocar para o trabalho, enquanto o seu carro estava no arranjo. – hã?????
O condutor alega que «Era a única maneira de cobrar o dinheiro. Também sou vítima nisto tudo. O problema do rapaz já não tem remédio, mas o meu tem». - repete lá?????

Nota: o rapaz que faleceu conduzia, à noite, uma bicicleta sem reflectores. O juiz alega que o condutor não teve intenção criminal, em relação ao atropelamento.

Opinião: é certo que foi uma imprudência o rapaz andar numa bicicleta sem reflectores, ainda por cima de noite. É mais ou menos certo que o condutor nunca tenha reparado no jovem e, inevitavelmente, atropelou-o sem malícia. É errado que o condutor se aproveite da desgraça alheia para pedir dinheiro para o arranjo do seu carrinho de luxo.
Em vez de ter um Audi 8, compra um SMART, pode ser que assim o seu problema fique resolvido e o "remédio" mais barato.
As pessoas não têm mesmo vergonha na cara. Cambada de parasitas.

23 janeiro 2008

Letra B

Em Portugal é muito comum as pessoas trocarem os bês pelos vês, o que só enriquece o nosso difícil idioma.
Quem é que já não oubiu ou faloue axim? Acho que toda a gente.
Anteriormente, eu falei-vos duma terra chamada Chão Cabeiro, mas não estou convencido quanto a esta designação. Isto porque toda a minha vida eu ouvi as pessoas desse lugar dizerem “Chão Caveiro” ou “Chancaveiro”, logo acho que a terra ficou mal registada.
Mas estes equívocos não são os únicos.
Eu já joguei à Batalha Naval com uma pessoa que jurava que não tinha a letra B no tabuleiro e pedia-me sempre V1 a V10!
Noutra situação, o meu irmão viu um pinheiro enorme caído no chão e perguntou a um primo nosso quem tinha feito aquilo. O rapaz disse que tinha sido o Bento.
O meu irmão ficou a matutar naquilo porque ele não conhecia ninguém com esse nome. Só alguns anos (!!!) mais tarde é que percebeu que Bento…era Vento.

09 janeiro 2008

30 Km/h

O governo acaba de anunciar que vai obrigar os condutores a circularem a 30Km/h, dentro das cidades.
Adorei!!!
É uma óptima medida de prevenção, mas peca por tardia. Com a quantidade de buracos que as cidades têm nas estradas, como é que os condutores eram capazes de andar a velocidades superiores àquela que o nosso executivo-pensador deste país pretende? Só se for para irmos à oficina uma vez por semana.
Mas eu, pelo sim, pelo não, vou já tratar disso. Vendo o meu carro, que faz em Fevereiro 11 anos, não pago o velhinho Imposto Rodoviário/Selo do chasso, e vou buscar a carroça que o meu pai ganhou como herança, do meu avô.
Não compro nenhum burro ou boi, porque a palha está cara e estes animais devem-se alimentar muito bem, e alugo um ministro ou secretário de Estado que esteja disponível ou a gozar de alguma reforma milionária.
Anda burrooooooooooooo…….ah, seu ganda boi!!!!!